Notícias

Projeto Reinserir da CNM é destaque na imprensa nacional

Segunda, 03 de julho de 2017.

Divulgação CNMTrabalhar a reinserção dos dependentes químicos por meio de um trabalho em rede. Essa é a proposta da Confederação Nacional de Municípios (CNM) ao desenvolver o projeto Reinserir. A iniciativa foi mencionada em uma matéria no portal de notícias G1 deste dia 3 de julho e conta com depoimentos de participantes, que revelam os resultados dos quase três anos de projeto. 

Como vem alertando a CNM, por meio de seu Observatório do Crack, milhares de Municípios brasileiros enfrentam problemas relacionados ao crack e outras drogas. A questão deixou de ser exclusiva dos grandes centros urbanos, ampliando seus efeitos também para pequenas cidades do interior.

Um dos principais entraves dos gestores é a falta de estrutura específica para atender a demanda dos usuários de drogas. Em muitas cidades, especialmente nas pequenas, os equipamentos eram poucos ou às vezes inexistentes.

É o que confirma a psicóloga Poliana Dantas, agente local do Reinserir. “A gente capacita essas equipes para pensar novas formas de tratamento. A gente sabe que é um desafio muito grande o tratamento quando a gente chega nos Municípios pequenos, porque não tem uma rede estruturada, não tem serviços especializados”, disse.

A reportagem também conversou com a prefeita de Sossego (PB), Lusineide Oliveira. A cidade é uma das participantes do projeto. Oliveira conta que conheceu o projeto antes de assumir a gestão, durante o Seminário Novos Gestores. E devido à situação da cidade, resolveu dar continuidade à iniciativa. Ela acredita que “projetos como esse, que levam as pessoas a verem que o mundo das drogas não leva a nada, é muito benéfico”.

Sobre o Reinserir

O projeto Reinserir teve início em 2015, com um seminário de pactuação metodológica em Picuí, na Paraíba. Foi nesse evento que os Municípios da 4a Região Geoadministrativa do Estado da Paraíba manifestaram interesse em aderir à iniciativa.

Desde então, a Confederação vem dialogando com as 14 cidades participantes, para incentivar o trabalho conjunto das redes de saúde, assistência social e educação. Assim, o dependente poderá ter acesso aos serviços. Contudo, o projeto vai além e pretende oferecer aos usuários de drogas a oportunidade de reinserção para que possam retomar suas vidas, agora parte da sociedade.

Conheça melhor o projeto Reinserir aqui

Veja também a reportagem na íntegra