Notícias

Liberação do cânhamo abre portas para avanços na construção civil nos EUA

Segunda, 26 de fevereiro de 2018.

Portal BrasilRecentemente, muitos estados norte-americanos legalizaram o uso de maconha para fins médicos e recreativos. Com isso, o cânhamo, que é uma variedade da planta, ganhou visibilidade uma vez que passou a ser utilizado como material de construção.

Essa aplicação do cânhamo já havia sido percebida na época do Império Romano. Dados históricos apontam que uma ponte de argamassa foi construída no século VI, quando a França ainda era a Gália.

Seu uso tem uma explicação teórica. A mistura das fibras resistentes do cânhamo com cal produz um concreto natural e leve que retém calor e é altamente isolante. Para se ter uma noção, em muitos climas uma parede de cânhamo de 3,6 metros mantém a temperatura interior em aproximadamente 15ºC durante todo o ano, sem necessidade de ar-condicionado ou sistemas de aquecimento.

Outra vantagem desse material é a ausência de pragas, fungos, sem esquecer da excelente acústica. O cânhamo pode preservar o ambiente de ruídos externos, o que proporciona conforto. Seus defensores lembram ainda das vantagens ambientais em fazer o seu uso na construção.

Obter uma planta madura leva cerca de quatro meses, requer menos adubo do que o necessário para culturas industriais e não necessita uso de fertilizantes químicos ou inseticidas. Pontos importantes para as empresas do ramo, que podem vislumbrar maior potencial de lucro. Os agricultores também podem se beneficiar. Aqueles que fazem rodízio de culturas notarão melhora na qualidade do solo, devido ao fato de que o cânhamo acumula água da terra e suas raízes longas fazem circular o ar.

Entraves

O emprego do cânhamo na construção civil enfrenta uma barreira: a negativa e o poderosa reputação de droga ilícita. De olho em avanços na área, construtores e botânicos estão estudando suas propriedades com afinco.

Em janeiro deste ano, a Califórnia legalizou o uso integral da planta. A legislação agrícola federal de 2014 já havia legalizado o cultivo de cânhamo para fins de pesquisa em universidades nos estados onde a planta é liberada. Agora, Nova York está investindo aproximadamente US$ 10 milhões em uma iniciativa de pesquisa.

Regulamentação

Nos Estados Unidos são necessárias permissões especiais para construir com cânhamo. E os requisitos podem variar de acordo com o Município e o estado. Contudo, ainda não existem padrões internacionais para o uso da planta na construção civil.

A primeira casa foi construída em 2010, na Carolina do Norte e hoje existem cerca de 50 construções do tipo no país. São mais de 25 estados com emendas e legislação pró-cânhamo, e a lei agrícola federal prevê apoio ao desenvolvimento de pesquisas com o material.